Brasil

O que é gestão de pessoas e por que aplicar no seu negócio?

Quando você tem um negócio, a ideia de prioridade na hora de gerir é em algo que envolva projetos, marketing ou finanças, por exemplo, talvez por serem áreas mais palpáveis. Mas fato é que gestão de pessoas está ganhando cada vez mais força nos últimos anos, principalmente por se tratar do maior ativo da sua empresa: seus colaboradores. O resultado de um ambiente positivo traz melhores resultados e diversos outros benefícios.

Quando falamos que gerir finanças é algo mais palpável, é porque tratar de pessoas é realmente algo que mexe com mais variáveis. E construir uma cultura forte em cima disso, mais ainda. Inclusive, uma pesquisa realizada pela Endeavor revela que essa prática é um dos maiores desafios enfrentados por empreendedores.

Confira abaixo o que é gestão de pessoas e por que aplicá-la:

O que é gestão de pessoas?

Gestão de pessoas é um conjunto de práticas com o objetivo de manter seus colaboradores estimulados. A área começou a aparecer em meados da década de 1980, momento em que uma liderança exemplar, engajadora, sobreposta às autoritárias, começou a se tornar uma vantagem competitiva.

Diante desse contexto, surgiram estudos e estratégias focadas em planejar e gerir colaboradores como uma forma de atrair e reter profissionais talentosos. Parece papel de Recursos Humanos, mas existem algumas diferenças entre essas duas áreas.

Gestão de pessoas não é igual a Recursos Humanos

A área de Recursos Humanos é responsável por uma série de etapas como recrutamento, plano de carreira, organização de um banco de talentos, avaliação dos colaboradores para uma possível promoção, administração de salários e benefícios – e por aí vai.

Já gestão de pessoas não é necessariamente a área de uma empresa, mas práticas a serem adotadas por diversas lideranças. Seu objetivo está focado em ajudar o crescimento e desenvolvimento dos colaboradores, além do ambiente e da cultura da empresa.

Principais modelos de gestão de pessoas

Mesmo sendo uma área de estudo recente, gestão de pessoas já conta com diferentes modelos de aplicação. Falemos sobre alguns deles:

Tradicional

Aqui a palavra de ordem é hierarquia. Colaboradores são orientados quase que unicamente a metas e resultados.

Por desempenho

Nesse modelo de gestão de pessoas, os resultados da empresa são o objetivo principal, mas ele também considera a motivação dos colaboradores, avaliando o desempenho deles em relação a metas, por exemplo.

Por competência

Esse se baseia na ideia de que uma empresa cresce por consequência de uma equipe forte. Por isso, incentiva individualmente cada um de seus colaboradores e foca no desenvolvimento das habilidades técnicas e interpessoais.

Misto

O misto é o adaptável. Você pode fazer uma avaliação de colaboradores. É possível definir que todos os membros da equipe se avaliarão entre si, o que pode dar uma visão subjetiva, mas global e importante do trabalho de cada um. 

Por que aplicar gestão de pessoas no meu negócio?

Tecnologia sempre vai entrar para otimizar processos, mas negócios são sobre pessoas. Inclusive, sobre pessoas que operam essas tecnologias. Focar no desenvolvimento e no estímulo de quem está do seu lado para fazer seu negócio crescer devia ser tão prioritário quanto atender bem o cliente. 

Como consequência, os benefícios de uma gestão de pessoas bem feita podem ser inúmeros. Confira abaixo alguns deles:

Mais talentos por mais tempo

Aqui o processo se retroalimenta. Quem está satisfeito desempenha bem e quer continuar onde está. Além disso, quer crescer. Se desenvolvem como lideranças e atraem mais talentos ainda para dentro da empresa. Taxas altas de rotatividade são péssimas para uma empresa.

Processo seletivo mais assertivo

Entendendo melhor os tipos de profissionais que estão na casa e o perfil esperado para o preenchimento de uma nova vaga em específico, o processo seletivo pode ter resultados mais assertivos, aprovando profissionais que tenham um bom desempenho e que de fato fiquem e se encaixem na empresa.

Aumento da motivação… e da produtividade!

Quando você está inserido em um contexto que te estimula, mais você fica envolvido com o projeto e com o próprio trabalho. Isso aumenta diretamente a eficiência de entrega de resultados.

Menos custos e mais ganho

Melhorar o processo seletivo, reter talentos e aumentar a produtividade são três benefícios que influenciam diretamente nos gastos da empresa. Já com o aumento da produtividade, há grandes chances de uma maior lucratividade.

Maior motivação, melhor entrosamento

Aqui estamos falando de desenvolvimento de cultura. Ela influencia no entrosamento e na colaboração entre os funcionários, ingredientes indispensáveis para o bom funcionamento da empresa.

Melhor desempenho como um todo

Todos os benefícios anteriores se somam para o cenário de uma empresa que tem grandes chances de se destacar no mercado com ideias inovadoras, recheada de talentos e uma ótima colaboração entre os profissionais. 

O post O que é gestão de pessoas e por que aplicar no seu negócio? apareceu primeiro em Blog da Ticket.